Header Ads

Notícias de Última Hora

Projeto População Armada, do delegado Mário Melo, continua provocando polêmica nas redes sociais



O projeto “População Armada, proposto pelo candidato a deputado estadual Delegado Mário Melo (PSB), ainda provoca polêmica nas redes sociais.  “As pessoas se sentem desprotegidas e querem portar armas em suas residências para se proteger. Hoje os bandidos sabem que os cidadãos estão desarmados e invadem as casas sem preocupação nenhuma. Se ele imaginar que podem estar armados, já vão pensar duas vezes antes de ir roubar alguma residência”, explicou Mário Melo.
O projeto faz parte de um projeto de campanha nacional que visa ter parlamentares para liderar um movimento nacional de armamento da população com concessão de porte de arma para pessoas com capacidade psicológica, habilidade técnica e comprovação de necessidade.  “Sabemos que tem que mudar leis federais e para isso fazemos parte de um movimento nacional que quer dar mais proteção aos cidadãos e por isso queremos eleger não apenas deputados estaduais, mas também deputados federais e senadores”, afirmou.
No projeto está prevista a liberação de porte de armas para os guardas municipais, agentes penitenciários, seguranças de transportes de valores no exercício da atividade e no período de folga. “Não é liberar para qualquer um, pois isso iria provocar muitas mortes, mas as pessoas terá que fazer cursos e avaliações psicológicas para saber se ela tem condições de portar uma arma”, concluiu o Delegado Mário Melo.
 
Assista o vídeo: https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=224193791590694&id=185493495449457

Um comentário:

  1. Muinto bom essa lei, bandido estão matando e ninguém faz nada as nossa leis e fraca enquanto estiver gente podre no poder vai ser sempre assim pessoas de bem estão morrendo.bandindo vem Mata e fica por isso mesmo,precisarmos de uma arma em casa para nois defender bandido vai pensar duas vezes antes de cometer um assalto ou enavadir casa pra roubar ou mesmo de estrupar alguém

    ResponderExcluir