Header Ads

Notícias de Última Hora

Operações contra o crime organizado serão intensificadas e “objetivo é tolerância zero”, diz secretário de segurança

O secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), coronel Louismar Bonates, afirmou nesta sexta-feira (18/01) que vai intensificar as operações contra o crime organizado no estado. De acordo com ele, operações como a “Laborum Meta”, que prendeu mais de 17 pessoas envolvidas em crimes como o tráfico de entorpecentes, serão rotina para o sistema de segurança pública estadual.
“Nosso objetivo é tolerância zero, é diminuir ao máximo o número de homicídios para que a gente possa voltar a ter tranquilidade na cidade de Manaus e no Estado do Amazonas”, afirmou o secretário. “Para nós, a ordem é prender todos que estiverem infringindo a lei”, completou.
Bonates explicou que a determinação do governador Wilson Lima é aumentar a segurança da população e não dar trégua para a criminalidade. Ele disse que o trabalho da Inteligência que vem sendo desenvolvido desde o início do ano vai municiar as novas operações integradas das forças de segurança, envolvendo as Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Departamento Estadual de Trânsito (Detran). “Todos estão motivados a cumprir sua missão que é fazer segurança pública”, disse o coronel Bonates.
Balanço preliminar do sistema de segurança aponta que, nos primeiros 15 dias de janeiro, houve uma redução em diversos indicadores. Entre os de maior destaque estão latrocínio, lesão corporal, furtos e roubos a residências, a estabelecimentos comerciais, veículos e aos ônibus coletivos. Por outro lado, a produtividade policial cresce, com aumento na apreensão de armas de fogo e na recuperação de veículos roubados.
“Estamos reduzindo vários indicadores. O efetivo é o mesmo, os meios também, mas estamos buscando novas maneiras de fazer policiamento para melhorar a segurança da população. As viaturas terão de abordar todos os carros e pessoas suspeitas”, disse.
Laborum Meta
Deflagrada no último dia 16 e encerrada nesta sexta-feira, a Operação Laborum Meta terminou com um saldo de 17 presos, um menor apreendido, 12 armas capturadas, além de objetos suspeitos de roubo, 5 kg de drogas e cerca de 600 trouxinhas de entorpecentes que seriam distribuídas em bocas de fumo.
Foto: Roberto Carlos / Secom

Nenhum comentário