Header Ads

Notícias de Última Hora

SPA Zona Sul tem estrutura insuficiente para a demanda da unidade, avalia Carlos Almeida Filho após inspeção



O vice-governador e secretário estadual de Saúde, Carlos Almeida Filho, realizou inspeção no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Zona Sul, situado no bairro Colônia Oliveira Machado, no fim da tarde desta sexta-feira (18), para avaliar a qualidade dos serviços e as instalações da unidade.
Durante a inspeção, o vice-governador ouviu reclamações de usuários com relação à estrutura do SPA, que, na sua avaliação, parece não suportar mais a demanda local.
"Essa unidade é muito pequena e existem muitas queixas dos pacientes. Há excesso de demandas para uma estrutura bastante reduzida. Vamos fazer um levantamento bem cuidadoso para saber se a estrutura é suficiente para atender o atendimento", disse Carlos Almeida.



Outro problema identificado por ele na unidade é a ausência de espaços para separar pacientes em atendimento ambulatorial e em atendimento cirúrgico. Os pacientes também reclamaram da falta de ambulância para o transporte deles a outras unidades.
Durante a visita também foi identificada a insuficiência no abastecimento de medicamentos para a unidade, além de outros problemas estruturais. Os profissionais do SPA pediram ao secretário ainda uma atenção especial à segurança deles.
"Aqui vimos uma questão séria da coleta de lixo, então nós vamos fazer o encaminhamento para aplicar as políticas de planejamento adequadas no serviço de atendimento de saúde. E sobre a segurança, faremos uma solicitação para que a solução emergencial seja imediata, mas é importante que tenha um agente de portaria, e, pelos relatos contundentes, essa é uma área que precisa de atenção", disse Carlos Almeida.
Outra demanda identificada no SPA, mas que merece atenção em todas as unidades da rede, segundo o secretário, é a colaboração da Secretaria de Assistência Social (Seas) no levantamento de informações das famílias que chegam do interior em busca de atendimento de saúde e que precisam de um cuidado integral dos órgãos governamentais.

Falta de pessoal 



Segundo a enfermeira Michele Pimentel, que acompanhou a equipe durante a visita, o SPA tem um déficit de 41 técnicos de enfermagem.
O SPA deveria operar com 83 profissionais, mas só tem 42. "Verificamos que existem 4 ou 5 setores onde precisaria ter um técnico por setor, e tem apenas um, para todos os setores", informou a enfermeira.
O SPA Zona Sul oferece atendimentos de urgência e emergência, além de consultas com médicos especialistas, como pediatras, dentistas e coleta de sangue, porém o serviço de raio-x não funciona há quatro meses.


Os pacientes que precisam de exame de raio-x são encaminhados para realizar o procedimento em outras unidades.
A rede estadual de Saúde conta com 6 Serviços de Pronto Atendimento (SPAs) em Manaus.
Fotos: CLÁUDIO HEITOR/SECOM

Nenhum comentário