Header Ads

Notícias de Última Hora

Universidade Aberta da Terceira Idade e Fapeam discutem parcerias sobre qualidade de vida e envelhecimento saudável


Participar de iniciativas e programas voltados para a capacitação de recursos humanos das instituições que atuam nas áreas de ciência e tecnologia é uma das competências da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). Para tratar sobre o tema, intensificar parcerias e dar boas-vindas à nova administração, o reitor da Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade (FUnATI), o médico Euler Ribeiro, esteve na sede da Fapeam, na manhã desta sexta-feira (15/02) no bairro Flores, zona centro-sul de Manaus.

O reitor e parte de sua equipe foram recebidos pela diretora-presidente, Márcia Perales, e pela diretora Administrativo-Financeira, Márcia Irene Andrade. Na oportunidade ele apresentou a FUnATI, discorreu sobre as atividades desenvolvidas na instituição e falou da necessidade de fortalecer parcerias institucionais que contribuam para o desenvolvimento do Amazonas. “Temos propostas de desenvolver pesquisas de integração intergeracional na sociedade para que as pessoas possam crescer sabendo envelhecer e saibam entender o envelhecimento dos seus parentes”, disse Euler

Para Márcia Perales é muito importante ouvir atentamente o que as instituições têm a dizer e valorizar as singularidades de cada uma delas, porque a partir dessa interlocução será possível convergir para um trabalho em prol do desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) no Estado.

O reitor da FUnATI expressou que confia muito na nova gestora da Fapeam e acredita que uma grande parceria entre as instituições será re-estabelecida.

FUnATI

A Universidade Aberta da Terceira Idade foi criada como núcleo de ensino, pesquisa, extensão e assistência sobre questões relativas ao envelhecimento humano. Iniciou suas atividades em 17 de novembro de 2007.

A Fundação tem como objetivo produzir e disseminar conhecimentos por meio do desenvolvimento de ensino e pesquisa sobre o processo de envelhecimento voltado aos profissionais dos diversos campos do conhecimento. Outra missão é a integração social e cultural das pessoas da idade tardia em atividades explícitas, sob a supervisão de profissionais qualificados, oportunizando-lhes também o acesso à Universidade Pública, por meio de atividades que propiciem a atualização de conhecimentos.

Também é sua competência oferecer assistência aos indivíduos de idade tardia e qualificar profissionais de diversos campos do conhecimento a fim de formar massa crítica sobre questões do envelhecimento no estado do Amazonas. (Fonte: Universidade do Estado do Amazonas – UEA)

Foto: BARBARA BRITO/FAPEAM

Nenhum comentário