Header Ads

Notícias de Última Hora

Felipe Souza participa de reunião sobre integração entre Brasil e Peru

 
O deputado Felipe Souza (Patri) participou, na sexta-feira (26), da segunda reunião técnica sobre a interligação de Manaus ao Pacífico por meio do Peru. O encontro, realizado na Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti), contou com a participação do titular da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Alfredo Menezes, o secretário da Seplancti, Jório Veiga Filho, o cônsul honorário do Peru, José Merched, o diretor do escritório comercial do Peru em Manaus, Victor Hugo Rondon, e o deputado federal Capitão Alberto Neto (PRB).

O objetivo da reunião foi dar sequência aos trabalhos iniciados durante encontro no dia 22 de março, na sede da Suframa, na qual os representantes peruanos apresentaram o andamento do projeto por parte do governo peruano para a viabilização da rota logística e comercial com o Brasil pelo eixo Norte (IIRSA Norte).

De acordo com o superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, a rota é importante porque representa uma alternativa logística para a Zona Franca de Manaus. “Ela irá proporcionar mais competitividade aos nossos produtos, pois é mais rápida e consequentemente terá menor custo para o empresário, o que trará ganhos no preço final do produto e poderá viabilizar uma relação comercial com o Peru e os demais países vizinhos. Também se torna uma alternativa ao canal do Panamá para os produtos que vêm da Ásia para a Zona Franca”, explicou.

Segundo Felipe Souza, que agradeceu o convite para participar da reunião e disse que vai levar aos seus pares o projeto peruano e tudo que foi discutido. “Nós deputados estaduais tínhamos conhecimento do Projeto Manta-Manaus que vem sendo cogitada há mais de dez anos, mas vendo as explicações sobre esse novo projeto, achei bastante viável e levarei ao debate com os colegas de parlamento.”, concluiu.

A próxima reunião do grupo ficou agendada para o dia 31 de maio, na sede da Suframa. “Vamos buscar dados da Marinha e do Exército para serem apresentados nessa área logística e integrar nosso banco de informações. Neste mês eu irei a Tabatinga e também quero trazer informações sobre o alfandegamento do porto, que será importante para a rota”, afirmou o superintendente Menezes.

Nenhum comentário