Header Ads

Notícias de Última Hora

Alternativa econômica: Governo do Estado lança ferramentas para impulsionar setor de mineração nesta quinta (9/5)

Uma das alternativas de desenvolvimento econômicas prioritárias do Governo do Estado, o setor de mineração ganha novo impulso com o lançamento, nesta quinta-feira (9/5), da Câmara Setorial de Recursos Minerais, que orientará as políticas públicas para o setor. Também será lançado o Sistema Interativo Online de Informações sobre Recursos Minerais do Estado do Amazonas, no Centro Cultural Gabriel Gentil, do Centro Cultural Povo da Amazônia, às 9h.

Coordenada pela Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti), a Câmara Setorial de Recursos Minerais tem como objetivo principal subsidiar o desenvolvimento da mineração sustentável no Amazonas.

Essa Câmara funcionará como fórum de discussão entre setor produtivo e poder público atuantes no setor de extração e pesquisa mineral, de exploração de Óleo e Gás.

Segundo o secretário de estado de Planejamento, Jório Veiga, a mineração é uma das matrizes de interiorização do desenvolvimento defendida pelo governador Wilson Lima. Ele explica que o potencial mineral do Estado já foi dimensionado em diversos estudos, mas faltam ainda a sistematização de informações e a definição de uma política efetiva de exploração dos recursos e de atração de investidores para o setor.

O Sistema Interativo online servirá como uma ferramenta que reunirá todas as informações do Setor Mineral, Óleo e Gás no Estado em um único lugar. A ferramenta vai municiar, de acordo com os técnicos da Seplancti, com informação importantes órgãos da administração pública como Prefeituras, centros de pesquisa e possíveis empreendedores acerca da evolução da área de mineração, atualizadas diariamente com dados das agências e autarquias relacionadas ao setor.

Mapa

O mapa interativo online irá disponibilizar informações sobre todos o processos minerais do Estado do Amazonas. Também estarão disponíveis dados sobre Unidades de Conservação, Terras Indígenas, Mapa Geológico do Estado, ocorrências minerais, campos de petróleo, gasodutos, e blocos de exploração de Petróleo e Gás.

Essas informações são extraídas de fontes governamentais (ANM, CPRM, ANP, MMA, Funai, IBGE) e de domínio público, sendo organizadas em um banco de dados único e atualizadas sempre que novas versões são disponibilizadas por essas agências governamentais.

Quem utilizar o Mapa interativo poderá pesquisar e visualizar com base no número do processo minerário e também por nome município. O recurso será de grande utilidade para pessoas interessadas em obter informações sobre a atividade mineral no estado de forma eficiente e ágil.

Nenhum comentário