Header Ads

Notícias de Última Hora

Primeira reunião da Câmara de Recursos Minerais define a criação de grupos de trabalho

Recém instalada, a Câmara de Recursos Minerais, colegiado consultivo que reúne gestores e técnicos do Governo do Estado, agentes econômicos privados e entidades da sociedade civil para a articulação de política de desenvolvimento, definiu hoje (30/05), em sua primeira reunião, a criação de grupos de trabalho para atuar em segmentos específicos do setor.

Coordenada pela Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti), a Câmara de Recursos Minerais foi instalada no dia 9 de maio, como um ferramenta para auxiliar na articulação e desenvolvimento de ações e projetos voltados para a exploração sustentável do setor de mineração do Amazonas.
A secretária executiva de Ciência, Tecnologia e Inovação da Seplancti, Tatiana Schor, propôs um nova dinâmica de atuação da Câmara. “Esperamos contar com uma agenda propositiva, a partir de grupos de trabalho, que possam nos orientar quanto ao melhor modelo de desenvolvimento do setor”, resumiu.
A reunião, realizada no Instituto de Proteção ao Meio Ambiente (Ipaam), contou com representantes da Federação das Indústrias do Amazonas (Fieam) e Companhia de Recursos Minerais (CPRM), entre outras entidades.

Questões como licenciamento ambiental, atividades em garimpo e modelos de certificação e o aprofundamento do estudo geológico da região, foram alguns dos temas discutidos na reunião. O regimento interno e organização dos grupos de trabalhos serão tratados em uma reunião prevista para o próximo dia 13 de junho.
Homenagem
Especialista em Geociências do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Marco Antônio Oliveira foi escolhido para a homenagem prestada pela Câmara de Mineração ao Dia do Geólogo, comemorada nesta quinta-feira.
Ponte
Instaladas em março de 2003, as Câmaras Setoriais são uma iniciativa do Governo do Estado para consolidar parcerias com o setor produtivo, com o objetivo de definir políticas industriais que estimulem o desenvolvimento econômico do Estado.

Na prática, as Câmaras Setoriais fazem a integração entre as ações governamentais, agentes econômicos privados e representantes da sociedade civil. As câmaras estão subdivididas em Câmaras da Indústria, Comércio e Serviços, Turismo, Micro e Pequenas Empresas, Agroindústria e Bioindústria.


Foto: DIVULGAÇÃO/SEPLANCTI

Nenhum comentário