Header Ads

Notícias de Última Hora

Professores que atuam em RDS do Rio Negro denunciam corte nos salários

Professores do regime PSS que atuam em uma Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) no rio Negro entraram em contato com nossa redação e estão denunciando que não recebem os salários integralmente desde janeiro deste ano.
Com carga horário de 40 horas, desde janeiro estão recebendo apenas como se estivessem cumprindo 20 horas. "Nós nos deslocamos para a reserva e já fazemos o sacrifício de ficarmos afastados de nossos familiares e, com o corte nos vencimentos, não estamos tendo condições de pagar nossas despesas e fazendo com que nossos filhos passem necessidades. O prefeito tem que tomar uma providência quanto à isso, pois já reclamamos na secretaria (Semed) e nada fizeram até agora", apelou a professora que preferiu não se identificar para evitar eventuais retaliações.



Entramos em contato com a assessoria da Semed mas até o momento não obtivemos nenhuma resposta.

Nenhum comentário