Header Ads

Notícias de Última Hora

Dra. Mayara sugere transparência no Sisreg para qualificar os serviços da saúde no Amazonas



Na tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas, nesta quarta-feira (26), a deputada Dra. Mayara Pinheiro Reis (PP) apresentou um Projeto de Lei que propõe a transparência cronológica, na fila do Sistema de Regulação (Sisreg), em relação à marcação de exames, consultas e cirurgias no Amazonas. De acordo com o PL, a Secretaria Estadual de Saúde (Susam) deve publicar no site da instituição a lista de espera de pacientes, na Rede Pública do Estado,  dividida por especialidades médicas.

"A transparência na fila vai melhorar muito a regulação do Sisreg porque precisamos ter acesso a estes dados. O mais importante: vamos manter a privacidade do paciente, que será identificado pelo número do cartão do SUS", explicou Dra. Mayara. Ainda segundo a parlamentar, dessa forma vai ser possível verificar o tempo de espera para determinado serviço e também se o paciente foi realmente atendido, especialmente no interior onde a dificuldade é maior.

A propositura indica que a Susam precisará disponibilizar as seguintes informações: data da solicitação dos procedimentos, ordem cronológica de espera na qual o paciente esse encontra, relação dos inscritos habilitados para a respectiva consulta, exame e cirurgia, relação dos pacientes atendidos, especificação do serviço a ser realizado, além da estimativa de prazo para o procedimento solicitado.

Nesse contexto, já existem iniciativas legislativas voltadas à regulação do acesso às ações do SUS, como PLs tramitando no Senado Federal, Câmara dos Deputados e nas Assembleias de São Paulo e Minas Gerais. “Agora, essa proposta de suma relevância para aprimorar as ações e serviços da saúde pública chega aqui no Amazonas, respeitando os princípios da transparência da administração pública, de respeito à dignidade humana do paciente e da intimidade e da vida privadas. Todos fazem parte da Constituição Federal e defendem os interesses da população”, colocou a parlamentar.

Nenhum comentário