Header Ads

Notícias de Última Hora

Seduc-AM celebra Dia do Meio Ambiente com programação especial para alunos de 26 escolas

Evento contou com apresentações dos alunos e palestra do titular da Sema, que também foram transmitidas para todo o interior
A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM) lançou, na tarde desta quarta-feira (5), uma programação especial em homenagem ao Dia Mundial do Meio Ambiente. O evento aconteceu no auditório do Centro de Formação Profissional Padre José Anchieta - Cepan (rua Waldomiro Lustoza, nº 250, Japiim 2) e teve como tema "Juventude em ação combatendo os impactos das mudanças climáticas no Amazonas".

Apresentação cultural, palestra sobre desafios para o desenvolvimento sustentável no Estado e lançamento do projeto Curumim na Chuva foram alguns dos destaques do primeiro dia da ação, que seguirá durante todo o mês de junho. Participaram do lançamento parceiros da educação ambiental da Seduc-AM - como Inpa, Batalhão Ambiental, Instituto Brasileiro de Defesa da Natureza e Susam -, além de representantes das secretarias de Estado do Meio Ambiente (Sema), Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e o Serviço Geológico do Brasil (CPRM).

O evento iniciou com uma apresentação dos alunos do coral da Escola Estadual Solon de Lucena, que interpretaram as canções "Planeta água", de Guilherme Arantes, e "Isto aqui, o que é?", de Ary Barroso. Em seguida, o titular da Seduc-AM, professor Luiz Castro, destacou o papel da secretaria no que diz respeito à educação ambiental no Amazonas. “Nós [da Seduc-AM] temos um processo importante de sensibilização dos nossos estudantes e, também, dos nossos servidores e de toda a sociedade amazonense”, afirmou o secretário.

Ele reforçou, ainda, a importância da integração de outros órgãos e secretarias na conscientização da preservação do meio ambiente. “Hoje, Dia Mundial do Meio Ambiente, é momento de fazermos uma reflexão. Como estamos cuidando da nossa Amazônia? Como a educação pode contribuir para enfrentar os desafios que temos para preservar o que ainda temos? É esse o objetivo da educação ambiental, associar conhecimento e novas atitudes nessa caminhada”, encerrou Luiz Castro.
Projeto Curumim na Chuva
A programação especial em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente contou com o lançamento do projeto Curumim na Chuva - uma parceira entre a Seduc-AM e o Serviço Geológico do Brasil (CPRM). A ideia é que, nos próximos dias, sejam instalados pluviômetros em 30 escolas da rede pública de Manaus.

“Nosso objetivo é pegar os pluviômetros em desuso pelo CPRM, fazer uma manutenção e instalá-los nessas unidades de ensino. Com essa iniciativa, será possível formar uma rede de monitoramento que contará com alunos e professores como nossos agentes ”, disse a técnica do CPRM, Itaní Oliveira.

Após o lançamento, professores das escolas selecionadas pelo projeto receberão um treinamento de como manusear os pluviômetros. Conforme a técnica, o projeto permitirá que seja feita uma análise das mudanças climáticas em todas as zonas da capital amazonense. “Manaus possui muitas ilhas de calor e o Curumim na Chuva é importante para alcançarmos uma análise das áreas que mais chovem, das que mais sofrem com desmatamento etc.”, acrescentou.

Além do monitoramento, Itaní acredita que os pluviômetros poderão ser utilizados, também, para auxiliar os professores em sala de aula. “Há maneiras de encaixá-los em algumas disciplinas, como Matemática e Geografia, por exemplo”, finalizou.
Desafios
“Qual o Amazonas que a gente quer?”. Foi com esta pergunta que o secretário estadual do Meio Ambiente, Eduardo Costa Taveira, iniciou o bate-papo sobre desafios para o desenvolvimento sustentável no Estado. “O Dia Mundial do Meio Ambiente é uma data que foi feita para a reflexão dos problemas ambientais que a gente tem passado nos últimos anos, como as mudanças climáticas e o aquecimento global. Nós temos um compromisso geracional de preservar os recursos do meio ambiente para esta geração e pensando, também, nas gerações futuras”, destacou o titular da Sema.

Taveira alertou, ainda, para a urgência com que essas mudanças climáticas devem ser analisadas. “A Educação tem um papel fundamental nesse processo. É por meio dela que você pode construir, num processo de sensibilização com os alunos, o resgate da identidade amazônida e a valorização de toda a riqueza que a gente tem. Esperamos que os estudantes se engajem e que possam se tornar protagonistas dessa mudança em direção a uma geração mais sustentável”, encerrou.
Interior
Todas as atividades apresentadas na tarde desta quarta-feira foram transmitidas para os interiores do Amazonas, por meio do Centro de Mídias da Seduc-AM. “Esse espaço [o Centro de Mídias] faz com que tenhamos uma ação multimídia muito maior, ampliando, assim, a sensibilização da importância do meio ambiente para todo o Estado”, pontuou Luiz Castro.
Parceria
A programação especial em homenagem ao Dia Mundial do Meio Ambiente é uma ação integrada e conta com a parceria das secretarias de Estado do Meio Ambiente (Sema), Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e o Serviço Geológico do Brasil (CPRM). O objetivo da atividade é alertar a comunidade escolar sobre a problemática das mudanças climáticas e apresentar possíveis ações para minimizar os impactos nos ambientes escolares.
Foto: CLEUDILON PASSARINHO/SEDUC

Nenhum comentário