Header Ads

Notícias de Última Hora

'Rocam é um dos batalhões mais preparados do Brasil’, diz Wilson Lima em cerimônia de aniversário da força de patrulha


Governador participou da cerimônia alusiva ao 17º aniversário das Rondas Ostensivas Cândido Mariano, nesta terça-feira (23/07)


O governador Wilson Lima destacou o trabalho realizado pelas forças de segurança no combate à violência e à criminalidade no Estado durante cerimônia alusiva ao 17º aniversário das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), realizada nesta terça-feira (23/07), no Comando de Policiamento Especializado (CPE), no bairro Dom Pedro, zona centro-oeste de Manaus.

“A Rocam é um dos batalhões mais bem preparados do país, e os números estão aí para provar. A apreensão de armas que aconteceu só nesses primeiros sete meses é praticamente igual à apreensão que aconteceu no ano de 2018. A Rocam é o segundo batalhão que mais apreendeu armas no Brasil”, declarou Wilson Lima. “Esses homens estão dando prova do seu comprometimento e cumprindo a missão a que se propuseram a cumprir, e o Estado do Amazonas se sente muito honrado de ter homens tão preparados como esses da Rocam”.

O governador afirmou também que vai pleitear, junto à Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), a aprovação de uma proposta instituindo remuneração aos policiais pelos armamentos apreendidos. “Assim que a Assembleia voltar do recesso, vamos encaminhar uma mensagem para ser aprovada para que, a cada apreensão de arma que for feita, o policial seja remunerado por isso. Já estamos construindo essa tabela, e eu tenho certeza que não teremos dificuldades para aprovar, na Assembleia Legislativa, essa proposta”.

A melhoria das condições de trabalho para os policiais militares da Rocam também está entre os planos de Wilson Lima, que apresentou, ao lado do secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, o projeto do novo prédio do quartel da força de patrulha, previsto para ser construído no Distrito Industrial.

“A gente vai pedir para que emoldurem e coloquem ali no quadro (esse projeto), porque essa é uma meta minha, é uma meta do secretário de Segurança e é uma meta de cada um de vocês. Nós vamos trabalhar para que, efetivamente, isso daqui saia do papel e que a gente possa dar melhores condições ao batalhão da Rocam”, declarou o governador.

Para o secretário de Segurança, coronel Louismar Bonates, as medidas do governo só incentivam cada vez mais o policial, gerando assim um bom resultado tanto para polícia, como para os cidadãos.

“A Rocam é uma unidade destaque em todo o Brasil. É a segunda tropa especializada que mais está apreendendo armas no país, e tenho certeza de que, com essa nova proposta do Governo de um bônus por arma apreendida, vamos passar a ser o primeiro lugar. Ela é uma tropa respeitada e admirada pela população, e temida pelos criminosos”, garantiu.

Homenagens

Além do atual comandante da Rocam, major Wener Vieira, a cerimônia realizada no CPE contou ainda com a presença de ex-comandantes e ex-integrantes do Batalhão, que foram homenageados.

Wilson Lima recebeu das mãos do comandante da Polícia Militar no Amazonas, coronel PM Ayrton Norte, o braçal de identificação da Polícia Militar do Amazonas, em reconhecimento aos esforços feitos pelo Governo do Estado para garantir condições de trabalho aos policiais militares

Números

Além da apreensão de armas, Wilson Lima assinalou os números positivos da Segurança Pública no Estado nos primeiros seis meses do atual governo. Exemplo é o número de homicídios, que somou 362 de janeiro a junho, numa queda de 16,9% em relação ao mesmo período de 2018, que foi de 436.

Nos comparativos dos mesmos períodos, também foram registradas reduções nos casos de latrocínio – 19 em 2019, contra 25 em 2018, diferença de 24% –, roubo de veículos – 1.089 em 2019, contra 1.761 em 2018, queda de 38% – e roubo a ônibus – 846 em 2019, contra 1.424 em 2018, redução de 40,5%. Também houve diminuição nos índices de lesão seguida de morte (redução de 25%), estupro (14,9%), roubo (12,5%) e furto de veículos (17%).

Sobre a Rocam

As Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) são uma força de patrulha reforçada, treinada para ações táticas de polícia ostensiva e de preservação da ordem pública, tais como a prevenção setorizada, com intensificação ou saturação localizada de policiamento; repressão ao crime organizado ou em locais com alto índice de crimes violentos; ocorrências de vulto; eventos de importância; controle de tumultos; e ações para restauração da ordem pública de maior magnitude.

O batalhão conta atualmente com 191 policiais militares, entre homens e mulheres, e realiza o patrulhamento tático motorizado, executado com viatura de maior porte e com reforço de armamento e equipamento, empregado segundo as normas em vigor, isoladamente ou em conjunto, e coordenado com os demais programas do policiamento ostensivo.


Fotos: Diego Peres/Secom

Nenhum comentário