Header Ads

Notícias de Última Hora

Venda de insumos para o setor primário é repercutida por Sinésio Campos


Uma reunião preparatória da Comissão Especial foi instituída no âmbito da Comissão de Geodiversidade, Recursos Hídricos, Minas, Gás, Energia e Saneamento presidida pelo deputado estadual Sinésio Campos (PT), na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

A Comissão Especial (CE) pauta a utilização do farelo, casca de soja, milho e fertilizante em atividades agropecuárias no Estado do Amazonas. A reunião contou com a participação de representantes de entidades e órgãos Governo do Estado, Associações, Cooperativas e empresários do setor primário, interessados em formular propostas que serão passadas aos Diretores do Grupo AMAGGI, que é uma empresa que trabalha com a produção agrícola de soja, milho e algodão. Representantes da diretoria do grupo virão de Mato Grosso e já confirmaram presença na reunião oficial que ocorrerá na segunda-feira (29), às 10 horas, no Plenário Ruy Araújo da Aleam.

“O recesso parlamentar não paralisou nossas atividades. Essa reunião preparatória de hoje demonstra nosso compromisso em tornar real a venda de insumos por parte do grupo AMAGGi na comercialização, via terminal graneleiro de Itacoatiara, dos insumos, com destaque para o milho (120 mil toneladas/ano), a casca de soja (20 mil toneladas/ano), farelo de Soja (50 mil toneladas/ano), o caroço de algodão, cuim de arroz e fertilizantes, que são matérias primas básicas essenciais para atividade criatória da pecuária e piscicultura no Amazonas, mas que a empresa não está dando esse suporte na venda dos insumos para os produtores Amazônidas”, finalizou Sinésio.

Nenhum comentário