Header Ads

Notícias de Última Hora

Artesãs vêem como uma boa iniciativa a criação da feira cultural em Amaturá

Cirlene Gomes, da etnia Kokama, aprovou as mudanças na feira

A artesã Cirlene Gomes, 57, foi uma das expositoras na II Feira Cultural de Produtos e Artesanatos Indígenas de Amaturá. Até no início da noite de ontem ela tinha faturado pouco mais de R$ 500 reais com a venda de pulseiras, colares e adornos indígenas feitos de semente e fibras.

“Eu dou nota dez. Ele foi o único prefeito que apoia os indígenas criando a feira. Antes não existia isso em Amaturá”, afirmou Cirlene. Ela lamentou o fato de não ter vendido mais nestes dois dias de evento. É que a maioria dos servidores públicos, principal massa salarial do município só recebe na primeira semana de outubro. Mesmo assim ele disse estar satisfeita com o resultado das vendas.

Em sua avaliação, a segunda feira “deu uma melhorada” em comparação ao ano passado, quando os artesãos se prepararam produzindo mais peças.

A artesã Regina Severino Mendes, 60, festejou os resultados da venda de sua produção. Ela levou para a Praça São Cristóvão, vassouras, aturás, pulseiras e maquera (redes) e no início da noite deste sábado já havia vendido tudo.

Marcilena Gomes Adão aponta melhorias na realização da Feira Cultural

Produzindo artesanato indígena há cinco anos, Marcilena Carvalho Adão, 42, também moradora da Comunidade de Bom Pastor, manifestou sua aprovação pela realização da feira indígena.

“Está melhorando. Antes não tinha feira do artesão. Só agora com o prefeito Corado temos essa feira para vender os nossos artesanatos”, assinalou.

Além dos artesãos indígenas, a feira contou com duas barracas, por iniciativa das secretarias municipais da Produção e da Assistência Social. A primeira foi destinada aos produtores indígenas da agricultura familiar e a segunda, com venda de comidas cuja a renda será aplicada na compra de máquinas de beneficiamento de sementes aos artesãos, segundo revelou a secretária Graça Alencar.


Fotos: Eduardo Gomes

Nenhum comentário