Header Ads

Notícias de Última Hora

Base de Arthur derruba requerimento que pedia informações sobre uso de carro oficial na noite do assassinato de Flávio Rodrigues



A base aliada do prefeito Arthur Neto (PSDB) na Câmara Municipal de Manaus (CMM) derrubou, nesta segunda-feira (7), o requerimento do vereador Chico Preto (sem partido) que cobrava informações sore o uso de carro oficial da prefeitura de Manaus na noite do assassinato do engenheiro Flávio Rodrigues, ocorrido no dia 6.

Dos 41 vereadores, apenas Chico Preto e William Abreu votaram a favor do requerimento. Os demais votaram contra.
Chico Preto afirmou que a Câmara dos Vereadores tem o papel de fiscalizar os atos do poder executivo e considerou muito grave o fato de ter um carro que serve ao gabinete do prefeito estar envolvido em um homicídio. "Os atos do poder executivo devem ser controlados por esse parlamento. Quem deu as ordens para que um carro e servidores da casa militar estivessem envolvidos nesse episódio? Quais são aqueles que tinha ciência da ordem dada e nada fizeram para impedir o uso indevido da estrutura da prefeitura de Manaus? Esse são questionamentos para este poder. Foi cometido um homicídio e isso é um fato muito grave e pessoas devem ser responsabilizadas", disparou o vereador.
O vice-líder do prefeito na CMM, Gilvandro Mota (PTC) classificou como "abjeta" a forma como Chico Preto vem tratando o assunto. "Tirar proveito da dor, da morte, da perda de alguém é algo abjeto. Penso que temos que ter responsabilidade. Aqui não estamos tratando de omitir fatos. Estamos falando em apurar e buscar os fatos a qualquer custo", disse Mota.

Imagens obtidas pela Polícia Civil mostram o policial militar Elizeu da Paz de Souza acompanhado de Mayc Vinicius Teixeira, entrando no condomínio Passaredo, onde reside Alejandro Molina Valeiko, filho da primeira-dama do município Elizabeth Valeiko, local em que Flávio Rodrigues foi visto pela última vez com vida.

Momento depois os dois saem do condomínio, sendo que Mayc estava no banco de trás segurando algo no colo, supostamente o corpo de Flávio.



Um comentário:

  1. É imoral o comportamento desses vereadores, que nós colocamos lá pra nos representar e nós não concordamos com isso! É lamentável!😠😠

    ResponderExcluir