Header Ads

Notícias de Última Hora

Caso Flávio: Mayc assume autoria, delegado vê contradições


O lutador de artes marciais Mayc Teixeira Parede assumiu a autoria do assassinato do engenheiro Flávio Rodrigues, ocorrida na casa do filho da primeira-dama de Manaus, Elizabeth Valeiko, Alejandro Valeiko. O delegado da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Paulo Martins, vê contradições no depoimento dado por Mayc e ainda não deu por encerrado o inquérito.
"Ele se contradisse em muitos momentos e não soube explicar o que aconteceu de fato. Há muito a ser esclarecido", afirmou Martins, deixando margem a interpretações de que ele esteja assumindo a autoria para proteger alguém.

O principal ponto de discordância é a linha do tempo. De acordo com o sistema de vigilância do condomínio Passaredo, Mayc chegou ao condomínio junto com o policial militar Elizeu da Paz de Souza, 37, que está lotado na Casa Militar da Prefeitura de Manaus. Os dois saíram logo em seguida e Mayc estava no banco de trás, supostamente com o corpo de Flávio, que foi encontrado na manhã do dia dia seguinte, em uma estrada de barro próximo à casa de Alejandro.

De acordo com o delegado, ainda será feita a acareação entre os seis envolvidos para que seja confrontada a versão de cada um e possa ser esclarecido o que aconteceu na noite do assassinato de Flávio.
Além de Mayc e Elizeu, estão presos José Edvandro Martins de Souza Junior, 31, Elielton Magno de Menezes Gomes Junior, 22, e o chefe de cozinha Vitorio Del Gatto e também Alejandro Valeiko, até o momento o principal suspeito de ser o autor do homicídio.

Nenhum comentário