Header Ads

Notícias de Última Hora

Paola Valeiko, filha da primeira-dama, será indiciada por fraude processual

A Polícia Civil do Amazonas vai indiciar cinco suspeitos na participação do assassinato do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, que teve o corpo encontrado em uma terreno baldio no dia 30 de setembro.Mayc Vinicius, Alejandro Valeiko e o sargento Da Paz serão indiciados por homicídio, já Paola Valeiko será indiciada por fraude processual, e Vittório Del Gato por omissão de socorro

Os indiciamentos acontecem após a conclusão do inquérito com as investigações sobre o caso. O documento foi enviado, na manhã desta terça-feira (26) para apreciação e análise do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), que irá analisar o caso e decidir se apresentará denúncia ou não.

O indiciamento por parte da Polícia acontece quase dois meses após o início do caso, no final de setembro.

Durante as investigações realizadas pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), foram colhidas provas como vestígios de sangue na casa de Alejandro, no condomínio de luxo Passaredo, além de informações colhidas por meio de depoimentos dos participantes e de testemunhas.

Os delegados que investigam o caso também pediram para que as prisões dos envolvidos sejam convertidas de temporárias para preventivas. Os outros investigados no caso, Elielton Magno e José Edvandro, não foram indiciados pelo caso e a Polícia Civil ainda não se pronunciou sobre a situação dos dois.

Nota do ministério público 

O Promotor de Justiça Igor Starling Peixoto, titular da 16ª Promotoria de Justiça da Capital, que atua na 2ª Vara do Tribunal do Júri, confirmou o recebimento, nesta terça-feira (26), do relatório da Delegacia de Homicídios e Sequestros sobre as investigações da morte do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, fato ocorrido na noite do dia 29 de setembro de 2019. O Promotor é o responsável pelo Procedimento Investigatório Criminal (PIC), aberto pelo Ministério Público do Amazonas, em paralelo à investigação policial. Ele informa que vai analisar o relatório para definir qual providência legal cabível a ser tomada pelo MPAM.

Fonte: O Abutre

Nenhum comentário