Header Ads

Notícias de Última Hora

Armas e até granada são apreendidas na casa de Givancir, preso acusado de assassinato


Uma operação policial para cumprir mandados judiciais de busca e apreensão na residência do presidente do Sindicato dos Rodoviários de Manaus, Givancir Oliveira, terminou com a prisão de cinco pessoas e apreensão de 8 armas de fogo e quatro veículos em Iranduba (distante 27 quilômetros em linha reta de Manaus).

O delegado Geraldo Eloi, titular da 31a Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Iranduba, deflagrou ação policial no fim da manhã desta quinta-feira (05/03).

Entre os materiais apreendidos estão 4 pistolas, de calibres 40, 45, 380; dois revólveres, duas espingardas .12, quatro granadas, dois lançadores de gás de pimenta e gás lacrimogêneo.

O imóvel é o mesmo de onde teria ocorrido o roubo de R$ 200 mil dos cofre no mês passado.

Segundo o advogado de defesa de Givancir, o mandado seria para recolher provas, dando continuidade às investigações do caso onde o sindicalista é acusado de matar o mototaxista Bruno Freitas Guimarães e de tentativa de homicídio contra a transexual Thelcy Freitas, no dia 29 de fevereiro.

Nenhum comentário