Header Ads

Notícias de Última Hora

Coronavírus está em 56 bairros de Manaus. Adrianópolis lidera com 39 casos



O Amazonas registrou 588 casos de Covid-19 em apenas cinco dias 


De acordo com informações do boletim epidemiológico da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-Am) divulgado na manhã desta sexta-feira (10/4)  Covid-19 está em 15 cidades amazonenses, incluindo Manaus.

Ao todo são 899 casos confirmados sendo 89% em 56 bairros de Manaus. Adrianópolis continua registrando a maior quantidade de moradores infectados (39 casos), seguido de Parque Dez (25 casos) e Ponta Negra com 23. No interior, são 14 municípios com moradores infectados e Manacapuru destaca-se com 48 casos, seguido de Iranduba e Itacoatiara com 11 casos.

Pelo boletim, o Amazonas registrou até a tarde de quinta-feira (9/4) 40 mortes por Covid-19, sendo dez só de de quarta para quinta-feira. Foram 33 mortes de moradores de Manaus e sete do interior ( 3 Manacapuru, dois Parintins e 1 em Manicoré e outro em Novo Ayrão).

Dos 899 casos confirmados de COVID-19 no Amazonas, 135 casos (15 %) desenvolveram a forma grave da doença, necessitando de internação hospitalar.

Dos pacientes que encontram-se internados em 09/04/2020, 46,6% (63/135) estão em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
Considerando o perfil dos pacientes que desenvolveram casos graves de COVID-19, observa-se predomínio de pacientes do sexo masculino 63,0% (76/135).

Em relação a faixa etária, destaca-se adultos com idade entre 40 a 59 anos, com 43,7% (59/135) dos casos internados, seguido de pessoas com idade acima de 60 anos, com 38,5% (52/135) das internações.

O maior número de registros ocorreu no período de 5 a 9 de abril, quando foram notificados 588 casos da doença. O décimo caso da doença no Amazonas foi registrado 10 dias após a confirmação do primeiro caso, no dia 13 de março. No vigésimo dia de transmissão da doença já haviam 200 casos confirmados no estado. O primeiro óbito pela doença ocorreu no dia 24 de março, 12 dias após o primeiro caso confirmado. No dia 9 de abril, foi registrado o maior número de óbitos.

Nenhum comentário